Conhecendo Lisboa

PORTUGAL, Maio de 2018
Existe melhor maneira para conhecer um parte da cidade que nao seja a pé?

Fomos para Lisboa saindo de Porto, e o meio mais econômico e mais rápido que encontramos foi o trem ( os portugueses chamam de comboio) por incrível que pareça.

O trem custou 14 euros cada, porém compramos com uma semana de antecedência e conseguimos pagar a taxa promocional. A taxa normal varia entre 24 e 30 euros e os ônibus custava 19 euros. E se você buscar com mais antecedência encontra por até 5 euros. Também há caronas pelo aplicativo do Blablacar.

Em Lisboa conhecemos a região de Belém, onde ficam  a torre de Belém, o Monumento do Descobrimento,  o Mosteiro dos Jerônimos e o Museu dos Coches.

Torre de Belém

“Inicialmente, a Torre de Belém foi projetada para integrar o sistema defensivo da Barra do rio Tejo, sistema esse que havia sido projetado por D. João II e que era integradona margem direita do rio pelo Baluarte de Cascais e na margem esquerda pelo Baluarte da Caparica.

No entanto, foi apenas em 1514, já sob o reinado de D. Manuel I, que a Torre começou a ser construída. A sua localização era sobre um conjunto de rochas na águas do rio, onde anteiormente se encontrava uma antiga nau artilhada, que aí se encontrava ancorada e de onde costumavam partir as frotas para as Índias.

Obviamente, à medida que os meios de ataque e de defesa foram evoluindo, a função defensiva para a qual a Torre de Belém foi projetada ficou obsoleta. No entanto, esse espaço continuou a ser usado a favor dos interesses do Reino. Entre outras funções, a Torre de Belém chegou a servir como posto de sinalização telegráfico e farol. Além disso, os seus paióis foram utilizados como masmorras para presos políticos.” Fonte: História de Portugal.info

Monumento do descobrimento

O Monumento dos Descobrimentos é um dos principais pontos turístico de Lisboa, localizado às margens do Rio Tejo. O monumento é um símbolo do passado de grande conquistas que o país teve na época das grandes navegações em busca de nova territórios, assim sendo uma grande homenagem aos navegadores portugueses. Retratando alguns dos incentivadores como: poetas, navegantes e outros personagens que fizeram parte dessa memorável história.

Mosteiro dos Jerônimos

Perto do Mosteiro, fica a famosa pastelaria que vende o tradicional pastel de Belém. Em toda Portugal também vende o pastel  porém se chama pastel de nata devido a marca registrada. A diferença entre os dois é mais o preço do que o gosto. O de Belém custa 1,10 Euros e os de nata chegam a custar até 0,25 centavos.

O tradicional Pastel de Belém

No segundo dia fomos conhecer o centro de Lisboa. Conhecemos a Praça do Comércio, Praça D. Pedro IV ( D. Pedro I no Brasil), e o Castelo de São Jorge.

Praça do comércio

No terceiro dia fomos conhecer o Cabo da Roca, o ponto mais ocidental do Continente europeu. Fomos de carro mas tem uma linha de ônibus que vai até lá.
Na volta passamos pela orla de Cascais, cidade vizinha a Lisboa.
Não fomos, mas recomendamos conhecer a Vila de Sintra onde tem um belíssimo Castelo.
Se você quer saber se Lisboa é bom para viver, clique aqui.
Nos despedimos de Portugal com o coração apertado. Seguimos a nossa viagem que tem como o próximo destino Sevilla – Espanha.

Nos acompanhem em:

Siga-nos no INSTAGRAM

Nos acompanhe também em nossa FanPage do FACEBOOK

Veja essa viagem e se inscrevam em nosso canal do YOUTUBE

Assista o vídeo dessa viagem e se inscrevam no canal ▶